Venezuela e Rússia vão fortalecer cooperação e integração bilateral

Foto archivo  

Caracas, 19 May. AVN.- Os presidentes da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro, e da Federação Russa, Vladimir Putin, ratificaram nesta quinta-feira em uma conversa por telefone que as relações de cooperação em distintas áreas serão fortalecidas, assim como a integração de ambas as nações.

O presidente russo manifestou a disposição de seu país e de seu governo de dar passos importantes para reforçar os laços de cooperação com a pátria bolivariana, com o apoio e implementação de projetos de investimento comercial e técnico-militar, com ênfase na agricultura e na indústria, afirma nota do Ministério das Relações Exteriores.

Veja o comunicado na íntegra:

REPÚBLICA BOLIVARIANA DA VENEZUELA
MINISTÉRIO DO PODER POPULAR PARA RELAÇÕES EXTERIORES

COMUNICADO

A República Bolivariana da Venezuela informa ao país que na manhã de hoje os presidentes da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro Moros, e da Federação da Rússia, Vladimir Putin, mantiveram uma conversa por telefone sobre o curso das relações estratégicas entre nossos países.

O Presidente Nicolás Maduro Moros agradeceu, em nome do Povo venezuelano, o apoio oferecido pela Rússia à Venezuela, que também contou com o suporte desta nação irmã na sessão do Conselho de Segurança das Nações Unidas ontem, na qual as pretensões ingerencistas dos Estados Unidos da América do Norte contra nossa Pátria foram invalidadas.

Sobre a situação de violência desencadeada pela oposição na Venezuela, o Presidente Vladimir Putin destacou o direito do povo venezuelano a determinar seu destino sem intervenção alguma, diante das forças radicais que contam com o apoio do exterior, qualificado de ilegítima e inadmissível.

O mandatário russo manifestou sua disposição para fortalecer a cooperação russo-venezuelana dirigida a implementar projetos de investimento, comercial e técnico-militar, com ênfase na agricultura e na indústria. A Rússia garantirá igualmente vários milhares de toneladas de trigo ao mês no âmbito das relações comerciais entre nossos países.

O Presidente Nicolás Maduro Moros, por sua parte, ressaltou a cooperação estratégica em distintas áreas em benefício de ambos os povos, tais como energia, mineração, indústria, educação, tecnologia e técnica-militar, que conta com sua maior atenção e dedicação.

Igualmente, o Presidente venezuelano compartilhou informação com o Presidente Putin sobre a situação que vive nossa Região, assim como a preservação do projeto bolivariano e chavista.

Ambos os mandatários saudaram os bons resultados do Acordo petroleiro alcançado em Viena em 10 de dezembro de 2016, cuja prorrogação permitirá maior estabilidade no mercado petroleiro mundial. O Presidente Maduro considerou a Cúpula de Chefes de Estado dos Países Membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e Não OPEP, como um passo importante a empreender nessa direção.

Os mandatários se despediram com afetuosas saudações aos Povos da Rússia e da Venezuela, e desejos de superação das dificuldades e desafios. O Comandante Hugo Chávez Frías determinou o giro estratégico nas relações com Rússia, na construção de um mundo multipolar e multicêntrico, cujo legado histórico tem sido reconhecido pelo Presidente Vladimir Putin, assim como sua confiança em que a Venezuela retomará o rumo da paz e estabilidade, sob a liderança valente e comprometida do Presidente Nicolás Maduro Moros.

Caracas, 18 de maio

19/05/2017 - 07:32 am